Melhores práticas para a migração de dados em um sistema CRM

Postado por 29 dezembro, 2016Sistemas de CRM
melhores práticas migração

Conheça os cuidados necessários antes, durante e depois da migração de dados.
Por Sarah Friedlander Garcia

Hoje, a implantação de crm é onipresente. Na verdade, um estudo feito esse ano pela CSO Insights descobriu que 80% das companhias estão investindo em ferramentas de CRM como estratégia para alavancar vendas e melhorar a produtividade da equipe.

Fazer a migração de banco de dados de forma bem-sucedida é parte crucial de qualquer projeto para implantar CRM em uma empresa. E esse processo de mudança pode ser bem complexo. Não importa se você trabalha com CRM há semanas, meses, anos ou mesmo décadas, você sempre pode aprender uma ou duas coisas a mais.

estrategias-melhorar-des-crm
inteligencia-artificial
conhecer-jornada-cliente
itens-escolher-sistema-crm
suporte-clientes-twitter
mundo-pos-brexit
crm-tradicional-fio-meada
7 dicas para trabalhar com dashboard
mudanças setor financeiro
melhores praticas de dados
Links

Explorar

Abaixo estão alguns quesitos que devem ser considerados antes, durante e depois de fazer sua importação de dados de CRM:

Pré-migração: faça o escopo da migração de dados.

Do ponto de vista organizacional, todos concordamos que o processo de migrar dados é crítico e muito valioso para o novo sistema CRM. Por isso, comece identificando a fonte da conversão, então desenvolva um plano de negócios entendendo o real propósito da utilização da fonte de dados.

Em seguida, identifique se você está fazendo uma simples migração de dados ou se há dados mais complexos envolvidos como histórico de reuniões, gravação de ligações e e-mails. Não passe por cima dos detalhes, pois isso pode levar a retrabalhos caros e difíceis. É importante manter a integridade dos dados.

Durante a migração: Faça a auditoria de dados.

Durante o processo de migração de dados, analise o perfil de dados (data profiling), certifique-se de que você tenha um serviço que irá identificar e reportar registro de erros como linhas de dados malformadas, registros órfãos ou discordantes, além de falhas em sub-processos. Nenhuma migração fica perfeita na primeira tentativa, e sem registros, você vai desperdiçar muito tempo – e passar por muito estresse – tentando explicar ao cliente o que aconteceu.

Pós-migração: Prepare seu teste de migração de dados.

Esteja preparado para testar o funcionamento após a finalização do projeto de migração de sistemas. Use uma tabela de registros de antes e depois para demonstrar a finalização da migração de dados. Além disso, use uma tabela de antes e depois de registros representativos para mostrar dados específicos tanto no sistema de fonte de dados quanto no novo sistema CRM.

Por fim, inspecione cada elemento dos dados e verifique se os dados foram alocados na locação esperada ao fim da migração.

Um relatório feito pela Bloor Research Data Migration descobriu que quase 40% dos projetos de migração de dados ultrapassam a data e o orçamento limite ou acabam falhando. Isso não é surpresa para quem já se envolveu em um projeto de migração em larga escala: sabemos o quanto esses projetos podem ser desafiadores.

Nós compilamos cuidadosamente nossas melhores práticas no White Paper “Best Practices in CRM Data Migration..” Faça o download.

Deixe seu comentário